Sinto que estou atrasada na leitura desse livro, provavelmente a maioria dos bookaholics já leu! Caso não tenha lido, aqui vai a sinopse: 

Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Quando li essa sinopse, a vontade de ler este livro foi imensa! E o livro é realmente muito bom. Comecei a lê-lo no início da tarde e no final dela já havia terminado. A leitura é cativante e prende muito a atenção.  

Pontos positivos: a história trata de pontos muito interessantes sobre a questão de gênero. A personagem principal, A, não tem um gênero definido no decorrer da história. E isso que torna o livro ainda mais único. Gosto também da desconstrução de Rhiannon, que no início me parece bastante relutante com isso e depois acaba por se envolver, de verdade, com A. Além disso, a história é bastante fluida, fácil de ler e realmente prende atenção do início ao fim. 

Pontos negativos: O FINAL! Quando li a última página, estava esperando por mais alguns capítulos. Fiquei criando o resto da história apenas na minha imaginação. 

Mesmo com o desfecho insatisfatório, vale muito a pena reservar um tempinho para ler a obra, tenho certeza que não irá se arrepender.

Classificação: ★★★



Deixe um comentário